24
jul
2015
Crítica Especial: “Clássicos Cinemark” – E.T – O Extraterrestre
Categorias: Críticas • Postado por: Lucas da Rocha
et-el-extraterrestre-poster-en-alta-resolucion-hd-henry-thomas-drew-barrymore-dee-wallace

E.T – O Extraterrestre (E.T The Extra-Terrestrial)

Steven Spielberg, 1982
Roteiro: Melissa Mathison
Universal Studios

4

Em 1982, chegava aos cinemas uma das maiores obras primas de Steven Spielberg, um clássico da fantasia infantil, que marcou época e que continua emocionando até hoje.

Um garoto faz amizade com um ser de outro planeta, que ficou sozinho na Terra, protegendo-o de todas as formas para evitar que ele seja capturado e transformado em cobaia. Gradativamente, surge entre os dois uma forte amizade.

Através dessa situação envolvendo Elliott e o simpático E.T, acompanhamos uma história simples, mas muito bem contada, o roteiro escrito por Melissa Mathison torna o filme ágil, divertido, mágico e principalmente emocionante.

O texto coloca os protagonistas em uma situação permeada de dúvidas como “Para onde esse ser de outro planeta quer ir?”, “O que ele quer dizer com esse gesto?”, “Como faremos para o proteger?”. Nada é explicado de forma explicita, combinando perfeitamente com o clima mágico e os leves toques de suspense do filme.

Tecnicamente o filme é atemporal, os efeitos especiais foram um marco para a época, o animatronic que da vida ao E.T, torna a relação com os outros personagens mais interativa e real. Em 2002, Spielberg trouxe de volta aos cinemas uma versão remasterizada do filme com efeitos em CGI, que acabou datando mais rápido que a versão original.

A fotografia do filme funciona muito bem, principalmente em cenas noturnas, o uso da luz nas sequências escuras é sublime, conseguindo dar vida a alguns cenários bem obscuros.

John Williams compõe uma das trilhas sonoras mais emocionantes da história do cinema, acompanhando toda carga mágica e emocionante de cada cena, uma curiosidade interessante, é que John Williams e Spielberg tentavam encaixar a trilha sonora a sequência final, compondo várias versões da música tema, mas falhando. Até que por total confiança no compositor, Spielberg resolve deixar John Williams livre para compor como quiser, alegando que editaria a cena final conforme a música, coisa que raramente acontece nas produções de cinema.

“E.T – O Extraterrestre” é um clássico absoluto que merece ser visto por todas as gerações, o filme se tornou a maior bilheteria da história do cinema na sua época, foi indicado a 9 Oscars em 1983, vencendo 4 das categorias (Melhor Trilha Sonora – Melhores Efeitos Visuais – Melhores Efeitos Sonoros e Melhor Som).

O filme faz parte da 8ª Temporada dos “Clássicos Cinemark”, voltando a ser exibido em várias salas de cinema da rede! Além de E.T, ainda será exibido “Clube dos Cinco” e “Top Gun – Ases Indomáveis”. Confira as cidades que vão exibir clicando aqui.

“E.T – O Extraterrestre” fica em cartaz na rede Cinemark nos dias 25/07, 26/07 e 29/07.



O cara que desconstrói os filmes e os guarda numa caixa.