15
jan
2016
Comentários sobre os indicados ao Oscar 2016
Categorias: Especiais, Maratona Oscar 2016, Premiações • Postado por: João Vitor Moreno

Seguem minhas primeiras apostas e impressões sobre os nomes do Oscar.

Vale dizer que sem os resultados dos prêmios de sindicato é difícil de prever algumas categorias, mas não custa nada tentar.

 

3715890434880_7242566314267

 

Melhor Filme

A Grande Aposta
Ponte dos Espiões
Brooklyn
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
O Quarto de Jack
Spotlight – Segredos Revelados

Mais uma vez a Academia indicou apenas 8 filmes (o número máximo é 10). Se eles realmente fossem indicar 10, os dois que ocupariam as vagas restantes (baseado nas outras indicações) seriam “Carol” (que surpreendentemente foi esnobado na categoria principal, mas foi lembrado em outras categorias importantes como roteiro, atriz, e atriz coadjuvante) e “Straight Outta Compton” (que consegui apenas uma indicação, mas em uma categoria importante – roteiro), com uma possível surpresa de “Divertida Mente” (que também foi lembrado em roteiro, mas é prejudicado pelo fato de ser animação).

Esnobado: “Carol” e “Sicário”, que cresceu ao ser indicado ao PGA, mas não o suficiente.

Surpresa: Nenhuma, embora eu achasse que “O Quarto de Jack” iria ficar de fora para dar vaga à “Brooklyn” (normalmente apenas um filme independente é indicado – o que não foi o caso desta vez).

Favorito: por enquanto, o favorito é “Spotlight” (o fato de ele ter sido indicado à Montagem, Roteiro e duas categorias de atuação pesam bastante), com possíveis chances de “A Grande Aposta” (também lembrado em Montagem, Roteiro e uma categoria de atuação) e muito remotamente “Mad Max” – mas o fato de ele ter sido esnobado em Roteiro diminui consideravelmente suas chances. E “O Regresso” teria alguma chance se tivesse sido indicado em Roteiro e o Iñarritu não tivesse vencido ano passado.

Merece: Embora ainda não tenha visto “O Regresso”, “Mad Max” é por enquanto meu favorito.

 

Melhor Atriz

Cate Blanchett (“Carol“)
Brie Larson (“O Quarto de Jack“)
Jennifer Lawrence (“Joy”)
Charlotte Rampling (“45 Anos”)
Saoirse Ronan (“Brooklyn“)

Surpresa: Nenhuma, essa foi completamente previsível. A única dúvida era se Charlize Theron iria ocupar a vaga de Jennifer Lawrence, mas Lawrence sempre foi a favorita.

Favorita: 90% de chances de Brie Larson vencer. A possível surpresa seria Saoirse Ronan, mas é quase impossível.

Merece: Ainda não vi “Joy”, mas todas as outras quatro estão muito bem em seus filmes. Se Rooney Mara tivesse sido indicada nessa categoria minha torcida seria pra ela.

 

Melhor Ator
Bryan Cranston (“Trumbo”)
Matt Damon (“Perdido em Marte“)
Leonardo DiCaprio (“O Regresso“)
Michael Fassbender (“Steve Jobs”)
Eddie Redmayne (“A Garota Dinamarquesa”)

Surpresa: Nenhuma, mais uma categoria previsível. Embora houvessem chances de Johnny Depp ocupar o lugar de Bryan Cranston.

Favorito: Leonardo DiCaprio.

Merece: Só vi “Perdido em Marte” e “Trumbo”. Matt Damon está muito bem, mas não acho que a ponto de ser premiado. Já Bryan Cranston está ótimo, mas o filme não é nada mais do que mediano.

 

Melhor Diretor
Alejandro G. Iñarritu (“O Regresso“)
Tom McCarthy (“Spotlight – Segredos Revelados“)
George Miller (“Mad Max: Estrada da Fúria“)
Adam McKay (“A Grande Aposta“)
Lenny Abrahamson (“O Quarto de Jack“)

 

Esnobado: Ridley Scott, por “Perdido em Marte”.

Surpresa: Lenny Abrahamson.

Favorito: George Miller (o fato de Ridley Scott não ter sido indicado aumentam ainda mais suas chances), embora eu não descarte Tom McCarthy e até mesmo Adam McKay. Se Alejandro G. Iñarritu não tivesse vencido ano passado seria um dos favoritos.

Merece: George Miller, sem sombra de dúvidas, mesmo que eu ainda não tenha vista “O Regresso”.

 

 

Melhor Atriz Coadjuvante
Jennifer Jason Leigh (“Os Oito Odiados”)
Rooney Mara (“Carol“)
Rachel McAdams (“Spotlight – Segredos Revelados“)
Alicia Vikander (“A Garota Dinamarquesa”)
Kate Winslet (“Steve Jobs”)

Surpresa: Rachel McAdams no lugar de “Helen Mirren” (“Trumbo”).

Favorita: Rooney Mara, mas não descarto Alicia Vikander. Jennifer Jason Leigh teria grandes chances se tivesse sido indicada ao SAG, mas como não foi suas chances caem drasticamente.

Merece: Rooney Mara, por motivos que explico na minha crítica. Mas ainda não vi “Steve Jobs” e “A Garota Dinemarquesa”.

 

 

Melhor Ator Coadjuvante
Christian Bale (“A Grande Aposta“)
Tom Hardy (“O Regresso“)
Mark Ruffalo (“Spotlight – Segredos Revelados“)
Mark Rylance (“Ponte dos Espiões“)
Sylvester Stallone (“Creed: Nascido Para Lutar”)

 

Esnobados: “Benicio Del Toro” (“Sicário”) e Jacob Tremblay (“O Quarto de Jack”)

Surpresa: Essa categoria estava bem difícil de prever, pois haviam vários possíveis indicados, mas não deixa de ser surpreendente que Idris Elba (“Beasts of No Nation) tenha sido deixado de lado.

Favorito: Das categorias “principais”, esta é a mais difícil de prever. Apenas Mark Ruffalo e  Tom Hard não têm chances. Dentre os outros 3, aposto em Sylvester Stallone.

Merece: Ainda não vi “O Regresso” e “Creed”. Dentre os outros três, votaria em Mark Rylance. Se Benicio Del Toro tivesse sido indicado, seria meu voto, assim como Jacob Tremblay.

 

 

Melhor Roteiro Original
Ponte dos Espiões
“Ex Machina: Instinto Artificial”
Divertida Mente
Spotlight – Segredos Revelados
“Straight Outta Compton”

Esnobado: Quentin Tarantino por “Os Oito Odiados”.

Surpresa: “Straight Outta Compton”.

Favorito: “Spotligth”, disparado.

Merece: Ainda tenho que ver “Straight Outta Compton”, e gosto de todos os outros quatro, mas “Divertida Mente” está em outro nível.

 

 

Melhor Roteiro Adaptado
A Grande Aposta
Brooklyn
Carol
Perdido em Marte
O Quarto de Jack

Surpresa: A não indicação de “Steve Jobs” e “O Regresso” (que praticamente anulam suas chances para Melhor Filme)

Favorito: “A Grande Aposta

Merece: Nenhum dos 5 é particularmente excepcional, mas votaria em “Carol”.

 

 

Melhor Animação
Anomalisa
O Menino e o Mundo
Divertida Mente
“Shaun, o Carneiro”
“Quando Estou com Marnie”

Esnobado: “O Bom Dinossauro

Surpresa: “O menino e o Mundo”

Favorito: 100% de chances de “Divertida Mente”, mas não deixa de ser uma grande vitória para o Cinema brasileiro o fato de “O menino e o Mundo” ter sido lembrado (no mesmo ano em que Fernando Coimbra é indicado ao DGA e “Boi Neon” é premiado em Veneza).

Merece: “Divertida Mente”, embora eu seja fã do Charlie Kaufman e tenha adorado “Anomalisa”.

 

 

Melhor Filme Estrangeiro
“Embrace of the Serpent” (Colômbia)
Cinco Graças” (França)
“O Filho de Saul” (Hungria)
“Theeb” (Jordânia)
“A War” (Dinamarca)

Esnobados: “Que Horas Ela Volta?” (Brasil) e “Boa Noite, Mamãe” (Áustria).

Favorito: “O Filho de Saul” (Hungria), sem sombra de dúvidas.

Merece: Por enquanto só vi “Cinco Graças” (França), que não é digno de prêmios.

 

 

Melhor Trilha Sonora
“Ponte dos Espiões”
“Carol”
“Os Oito Odiados”
“Sicário: Terra de Ninguém”
“Star Wars – O Despertar da Força”

Favorito: “Os Oito Odiados”, mas não descarto “Carol”.

Merece: “Os Oito Odiados”, mas também gosto muito da trilha de “Carol”.

 

Melhor Fotografia
“Carol”
“Os Oito odiados”
“Mad Max: Estrada da Fúria”
“O Regresso”
“Sicário: Terra de Ninguém”

Surpresa: Outra categoria previsível.

Favorito: Emmanuel Lubezki (O Regresso) já venceu nos últimos dois anos, mas ainda assim tem chances. Roger Deakins (Sicário) já foi indicado 12 vezes e nunca venceu, por isso tem mais chances. Mas o favorito até agora é mesmo John Seale, por “Mad Max”.

Merece: Ainda não vi “O Regresso”. Ficaria muito dividido entre “Sicário” e “Mad Max”, mas acho que votaria no segundo.

 

Melhor Figurino
“Carol”
“Cinderela”
“A Garota Dinamarquesa”
“Mad Max: Estrada da Fúria”
“O Regresso”

 

Esnobado: “Brooklyn”

Favorito: Sandy Powell foi indicada por dois filmes (“Carol” e “Cinderela”), e é um nome respeitadíssimo em Hollywood, deve levar o prêmio por “Carol”, embora eu não descarte “Mad Max” e talvez até “O Regresso”.

Merece: Se “Brooklyn” tivesse sido indicado seria meu voto, pois como eu explico na minha crítica, suas roupas não apenas fazem um excelente trabalho de reconstrução de época, como ainda refletem os arcos dramáticos dos personagens de maneira brilhante. Mas dentre os indicados votaria em “Carol”, que também tem os figurinos perfeitos.

 

 

Melhores Efeitos Visuais
Ex-Machina: Instinto Artificial
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

 

Esnobado: “Jurassic World”

Surpresa: “Ex-Machina” (boa surpresa, aliás).

Favorito: “Mad Max”, com uma pequena chance para “Star Wars”.

Merece: Todos, mas “Mad Max” um pouco mais.

 

 

Melhor Design de Produção
Ponte dos Espiões
A Garota Dinamarquesa
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso

 

Surpresa: Também previsível.

Favorito: “Mad Max” ou “O Regresso”, essa tá bem dividida. Mas “Mad Max” vai, com certeza, levar outros prêmios, e “O Regresso” foi indicado a vários, mas tem chance em bem poucas, então isso talvez dê vantagem para ele aqui.

Merece: Não vi “O Regresso” nem “Garota Dinamarquesa”. Dentre os outros três, votaria em “Mad Max”.

 

Melhor Montagem
A Grande Aposta
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso
Spotlight – Segredos Revelados
Star Wars – O Despertar da Força

Esnobado: “Sicário”, que só pela cena do engarrafamento merecia todos os prêmios possíveis de montagem.

Surpresa: “Star Wars – O Despertar da Força

Favorito: Outra categoria difícil de prever. “Mad Max”, “A Grande Aposta” e “Spotlight” têm chances. “Mad Max” é o que mais merece; “A Grande Aposta” pode levar como consolação já que a Academia adorou o filme, e ele quase não tem chances em outras categorias; e “Spotlight” é o favorito à Melhor Filme, e é raro um filme levar apenas “Melhor Filme” e “Melhor Roteiro Original”, então minha aposta vai nele.

Merece: “Mad Max”, sem dúvidas.

 

 

Melhor Edição de Som
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Sicario: Terra de Ninguém
Star Wars – O Despertar da Força

Surpresa: Nenhuma.

Favorito: “Mad Max”, embora não seja impossível uma vitória de “Star Wars” ou até mesmo “Sicário”.

Merece: “Mad Max” merece mais, mas o trabalho de edição de efeitos sonoros no “Star Wars” também é impecável (principalmente pelas recriações dos sons clássicos, como sabre de luz e armas de lazer), e o filme provavelmente não vai levar mais nada, então votaria nele.

 

 

Melhor Mixagem de Som
Ponte dos Espiões
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

Surpresa: Não sei se dá para chamar de surpresa, mas não esperava ver “Ponte dos Espiões” entre os indicados.

Favorito: “Mad Max”.

Merece: “Mad Max”, sem discussão.

 

 

Melhor Curta de Animação
“Bear Story”
“Prologue”
“Sanjay’s Super Team”
“We Can’t Live Without Cosmos”
“World of Tomorrow”

Favorito: Só vi o “Sanjay’s Super Team”, e arrisco dizer que ele tem grandes chances.

 

 

Melhor Curta de Live Action
“Ave Maria”
“Day One”
“Everything Will Be Okay (Alles Wird Gut)”
“Shok”
“Stutterer”

 

Não vi nenhum.

 

 

Melhor Cabelo e Maquiagem
Mad Max: Estrada da Fúria
“O Ancião Que Saiu Pela Janela e Desapareceu”
O Regresso

Surpresa: “O Ancião Que Saiu Pela Janela e Desapareceu”, garanto que ninguém espera por essa.

Favorito: “O Regresso”, mas “Mad Max” também tem chances.

Merece: Ainda preciso ver “O Ancião Que Saiu Pela Janela e Desapareceu” e “O Regresso”, então não é justo dizer que votaria em “Mad Max”.

 

 

Melhor Documentário
“Amy”
“Cartel Land”
“The Look of Silence”
“What Happened, Miss Simone?”
“Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom”

Surpresa: Dois filmes da Netflix indicados (“What Happened, Miss Simone?” e “Winter on Fire: Ukraine’s Fight for Freedom”)

Favorito: Difícil de dizer, mas por enquanto aposto em “Amy”.

Merece: Só vi “Amy”, que  é muito bom.

 

 

Melhor Documentário de curta-metragem
“Body team 12”
“Chau, beyond the lines”
“Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah”
“A Girl in the River: The Price of forgiveness”
“Last day of freedom”

 

Não vi nenhum.

 

 

Melhor Canção Original
“Earned it” (“Cinquenta Tons de Cinza“)
“Manta Ray” (“Racing Extinction”)
“Simple song #3” (“Juventude”)
“Writing’s on the wall” (“007 Contra Spectre”)
“Til it happens to you” (“The Hunting Ground”)

 

Favorito: “Writing’s on the wall” (“007 Contra Spectre”), mas ainda é difícil dizer.

 

 

Deixe nos comentários os seu favoritos também!



Cinéfilo. Crítico de cinema desde 2014. Músico.
“Quando os filmes são bons, nos fazem sentir mais vivos, e escrever sobre eles tem o mesmo efeito” – Pauline Kael