05
maio
2016
“Jovens Bruxas” terá continuação ao invés de remake!
Categorias: Notícias • Postado por: Raphael Cancellier

Em 2015 foi noticiado que Jovens Bruxas (Andrew Fleming, 1996), hoje considerado um filme cult de horror adolescente da década de 90, iria ganhar um remake. No entanto, em recente entrevista ao site HitFix, o produtor Douglas Wick afirmou que não se tratará de uma nova versão, mas sim de uma continuidade – 20 anos após a história original.

jovens bruxas1

Cena de “Jovens Bruxas”

Wick, que também assinou a produção do primeiro, garantiu que a diretora do próximo filme, Leigh Janiak (Honeymoon, 2014), e o roteirista, Phil Graziadei, farão referências ao primeiro filme, “então vocês poderão perceber que existe uma conexão entre o que aconteceu no tempo de ‘Jovens Bruxas’ e como essas jovens mulheres lidam com essa magia muitos anos depois”.

O produtor ainda afirma que, assim como em “Jovens Bruxas”, eles pretendem explorar as características das personagens ao entrar em contato com a bruxaria: “Nós temos jovens mulheres que mais uma vez descobrem o poder da magia. Nós exploramos suas vidas, suas vontades, seus medos e seus anseios ao mesmo tempo em que se tornam poderosas. Assim, do mesmo jeito que se usa um filme de guerra para explorar a psique dos homens, criamos este mundo aumentado para explorar a psique das mulheres”.

O primeiro filme conta a história de quatro adolescentes, interpretadas por Robin Tunney (Fim dos dias, 1999; O mentalista 2008-2015), Rachel True (Sharknado 2, 2014), Fairuza Balk (A outra história americana, 1998; Quase famosos, 2000) e Neve Campbell (da franquia Pânico). As quatro se juntam para praticarem rituais de bruxaria. À medida que o poder cresce, elas utilizam-no para colocar maldições em outras pessoas, tendo que aprender a lidar com ele.

Ainda não há informações sobre a data de lançamento e o elenco.

Fonte: site HitFix



Futuro roteirista de TV e cinema, assisto de tudo, sem preconceitos, e procuro prestar atenção na forma como a história é contada. Sou apaixonado pelo cinema brasileiro contemporâneo, mas também sou Disneymaníaco. Meus diretores preferidos são Almodóvar, Gabriel Mascaro, Tarantino, Aïnouz, Von Trier e Sofia Copolla.