17
fev
2017
Dez ótimos atores que nunca ganharam um Oscar!
Categorias: Listas Radioativas • Postado por: Marcelo Silva

Todo ano é a mesma história: alguém é esquecido nas indicações ou perde a estatueta para outro ator e ninguém mais esquece essa injustiça. Podemos incluir aí os nomes de Fernanda Montenegro e Emnanuelle Riva, que perderam o prêmio de Melhor Atriz para, respectivamente, Gwyneth Paltrow e Jennifer Lawrence. Até hoje, a vitórias das  jovens americanas sobre duas veteranas de filmes não hollywoodianos é lembrada com muito rancor em grupos de cinema.

Pensando nisso, o Pipoca Radioativa preparou uma lista de dez grandes atores e atrizes que nunca ganharam uma estatueta do Oscar. Os indicados à edição desse ano foram deixados de fora, assim como profissionais já falecidos. E, pela primeira vez, Leonardo DiCaprio pode dormir tranquilo: nunca mais seu nome vai ser colocado em uma lista dessa! Confira:

Amy Adams

A não indicação de Amy Adams foi, justamente, a polêmica da edição 2017 do Oscar. Presente nos ótimos A ChegadaAnimais Noturnos, a atriz acabou esnobada pela Academia – que escolheu, mais uma vez, Meryl Streep, por um filme que não teve nem metade da repercussão dos dois longas em que Adams estava cotada. Olhando para o histórico da atriz, já são cinco indicações e nenhuma estatueta. No entanto, se ela continuar nesse bom ritmo de grandes filmes, é só uma questão de tempo para a vermos com o Oscar na mão!

Harrison Ford

O nome de Harrison Ford é automaticamente associado ao filme Blade Runner e às séries Star Wars e Indiana Jones. Porém, a única indicação que Ford tem no currículo não é por nenhum desses papéis marcantes. Em 1986, ele disputou por sua interpretação em A Testemunha, perdendo para William Hurt. Considerando os próximos projetos do eterno Han Solo, o único que aparentemente lhe dará chances maiores de concorrer em breve é o thriller de espionagem Official Secrets, ainda sem data de lançamento.

Ian McKellen

Com 77 anos, o simpático Ian McKellen sempre será visto como o eterno Gandalf (da franquia O Senhor dos Anéis) e Magneto, dos filmes do universo X-Men. Apesar da sua longa carreira no cinema – que começou em 1969 -, o britânico nunca recebeu nada da Academia. O mais perto que chegou foi ser indicado duas vezes: por Deuses e Monstros (em 1999) e O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (em 2002). Apesar da sua avançada idade, ainda é cedo para dizer se McKellen vai ganhar uma estatueta em vida.

Jake Gyllenhaal

Não faltam bons filmes no currículo de Jake Gyllenhaal – Donnie DarkoO Segredo de Brokeback Mountain, Zodíaco e Os Suspeitos são alguns exemplos. Mesmo assim, o ator só foi indicado uma única vez (por Brokeback Mountain, quando perdeu para Philip Seymour Hoffman (Capote). Nesse ano, havia uma esperança de que ele fosse lembrado por Animais Noturnos, mas a indicação não veio e Gyllenhaal teve que se contentar com uma nomeação ao BAFTA, prêmio da Academia Britânica. Uma esnobada difícil de explicar foi em 2015, quando ele estava brilhante na pele do ardiloso protagonista de O Abutre e sequer foi indicado.

Jessica Chastain

Foi com A Árvore da Vida que conheci Jessica Chastain e, de imediato, já considerava sua atuação digna de Oscar – ela acabou sendo indicada naquele ano, mas por Histórias Cruzadas, perdendo para sua colega de elenco Octavia Spencer. Ela voltou a disputar o prêmio em 2013 pelo filme A Hora Mais Escura, mas quem levou foi Jennifer Lawrence, por O Lado Bom da Vida. Creio que o caso de Chastain seja o mesmo de Amy Adams: a estatueta é só uma questão de tempo!

Liam Neeson

Liam Neeson se tornou, nos últimos anos, uma referência quando filmes de ação são o assunto. Basta olhar para a lucrativa trilogia Busca Implacável. Mas o que talvez poucos saibam é que o ator também tem seu lado dramático: ele viveu Oskar Schindler em A Lista de Schindler, ocasião em que foi lembrado pela Academia. Em meados do ano passado, houve quem apostasse que Neeson seria indicado ao Oscar 2017 pelo filme Silêncio, de Martin Scorsese. Contudo, com o passar do tempo, o longa perdeu força e só foi lembrado na categoria de Melhor Fotografia. As próximas escolhas de Neeson vão determinar se ele tem ou não chances de voltar a disputar o prêmio: nesse ano, por exemplo, ele está confirmado no drama histórico Felt, em que dará vida ao homem que ajudou os jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein nas investigações do Escândalo de Watergate. Será que isso tem cheiro de Oscar?

Michael Fassbender

Talento é algo que não falta para Michael Fassbender, como ele vem provando desde 300, sua estreia no cinema. De lá para cá, Fassbender esteve em grandes filmes, sendo indicado a Melhor Ator por Steve Jobs e Melhor Ator Coadjuvante por 12 Anos de Escravidão. Mas o melhor trabalho da sua carreira está em Shame, até mesmo pela dificuldade do papel, já que o filme trata de um tema incômodo e raramente comentado. Na opinião do próprio Fassbender, ele só não foi indicado por esse longa devido a uma cena em que mostra o seu pênis.

Naomi Watts

Naomi Watts é uma atriz completa que se dá bem nos projetos mais variados: no terror O Chamado, na aventura King Kong e nos dramas 21 GramasO Impossível. Os dois últimos foram justamente os filmes que lhe renderam as únicas indicações que possui. Em 2013, havia uma expectativa muito grande pelo filme Diana, em que Watts era considerada desde cedo uma forte candidata a ganhar na categoria de Melhor Atriz – as chances foram pelos ares após a péssima recepção do filme, que custou à atriz uma indicação ao Framboesa de Ouro (prêmio dado aos piores do ano).

Samuel L. Jackson

Essa é, talvez, a esnobada que mais me revolta. Samuel L. Jackson é um dos melhores profissionais de Hollywood: sua força em cena o torna único e ele é raramente lembrado em premiações. A atuação de Jackson em Os Oito Odiados é superior a de Eddie Redmayne e Matt Damon em A Garota Dinamarquesa e Perdido em Marte, respectivamente, papéis pelos quais os dois foram nomeados a Melhor Ator no ano passado. Se a Academia olhasse apenas para a qualidade das interpretações (sabemos que não é assim, já que Oscar também envolve campanha, lobby e questões pessoais dos votantes), ele seria um adversário à altura de Leonardo DiCaprio. Até o momento, a única indicação foi pelo papel de Jules Winnnfield em Pulp Fiction: Tempo de Violência.

Sigourney Weaver

Mais conhecida por interpretar a tenente Ripley na franquia Alien, Sigourney Weaver é mais uma talentosa veterana a figurar na lista dos atores que não entraram para o seleto grupo de ganhadores do Oscar. No fim da década de 80, ela chegou a concorrer três vezes. Em 87, por Aliens, sendo que até hoje são poucas as personagens femininas que protagonizam obras de ficção-científica e é legal observar que a Academia reconheceu com ao menos uma indicação a performance de Weaver nesse filme. Já em 89, ela concorreu em duas categorias: Melhor Atriz por Nas Montanhas dos Gorilas e Atriz Coadjuvante por Uma Secretária do Futuro.

Aproveite para ler também:

Dez clássicos totalmente esnobados pelo Oscar!

Como a intolerância do governo Trump pode afetar o Oscar!

Afroflix: uma plataforma voltada para cineastas e atores negros!

O Falcão Maltês e o film noir!



Quem sou eu? Uma mistura de Walter Mitty com Forrest Gump. Um cara que tem vontade de fazer tudo o que Mark Renton fez em Trainspotting. Um cinéfilo que tem a certeza de que a vida não seria a mesma se não existisse o cinema. Diretor preferido? Assim fica difícil: amo de Zé do Caixão a Stanley Kubrick!