18
ago
2017
Netflix Radioativa 10# – “Akira” e “Death Note”
Categorias: Netflix Radioativa • Postado por: Rafael Hires

Fala aí, gente. Voltando com força total o Netflix Radioativa, hoje é especial anime. E decidido a honrar minhas futuras gerações, venho indicar animes de excelente qualidade.

Filme

Motos, futuro distópico, guerras nucleares. Não, meu povo, não estou falando de possíveis disputas entre EUA e Coréia do Norte, dando inicio, fazendo nossa realidade ficar igual a de Mad Max, apesar de estarmos quase a caminho de algo como isso acontecer. Estou me referindo a Akira, de Katsuhiro Otomo, obra cyberpunk icônica, que acabou por influenciar Cowboy Bebop e Ghost in the Shell.

O filme traz a história de Akira, menino que possui poderes psicocinéticos que foi colocado num programa de pesquisa secreta do governo. 30 anos depois, Kaneda, líder de uma gangue de motoqueiros que se envolve numa luta com uma gangue rival, depois de Tetsuo sofrer um acidente ocasionado por uma criança.

Cenas de perseguição incríveis dar inveja a uma franquia que tentou se reinventar de todos os jeitos, Akira é incrível e, hoje em dia, tentam de todos os jeitos fazer com que essa obra seja adaptada para uma versão live action em Hollywood. Não se conseguirão, mas até isso acontecer, vejam a obra original.

Série

Imagina um artefato comum com poderes sobrenaturais. Agora, imagina esse artefato com o formato de algo usado para escrever coisas importantes, fazer confissões ou mesmo desenhar. E ainda nessa vibe, imagina que esse poder é matar quem tiver o nome escrito. Essa é a premissa de Death Note, anime incrível que receberá uma nova versão pelo serviço de streaming mais amado do mundo (paga nós, Netflix).

Light Yagami é um estudante do ensino médio que descobre tal instrumento e acaba usando o caderno para matar criminosos perigosos (Bolsonaro aprova). Então chega Ryuk, um shinigami (deus da morte) que acaba mostrando o uso do caderno. No meio disso tudo, entra em ação L, o maior detetive do mundo, que diz que o portador de tal poder não pode ter acesso a esse tipo de meio para julgar, condenar e executar pessoas de acordo com a sua vontade.

Questionador, intenso e muito arrebatador,  Death Note consegue ser profundo em questões do tipo “o que acontece quando damos poder a uma pessoa?” e isso é algo a ser discutido e nem preciso dizer os motivos. As cenas das execuções, os sons são muito bem feitos e contam a ajuda de uma direção de arte incrível. Está no patamar de grandes clássicos como Cavaleiros do Zodíaco Dragon Ball.



Fã alucinado da sétima, oitava e nona arte, decidi me aprofundar em seus conhecimentos ao entrar na faculdade. Faltando pouco menos de 1 ano para a formatura, espero sempre o melhor filme possível.