31
ago
2017
Netflix Radioativa 12# – “Ducktales, O Filme – O Tesouro da Lampâda Perdida” e “Bojack Horseman”
Categorias: Netflix Radioativa • Postado por: Rafael Hires

Oi, gente. Depois de um especial dedicado a animações de ficção científica, hoje indico duas animações: uma que fez alegria de várias crianças e outra que está sendo sucesso entre os adultos.

Filme

Ducktales, uhuu, são os caçadores de aventuras… Acho que quem viveu os anos 90 pode conferir na Globo um das series de animação mais incríveis da Disney, baseada no pato mais mesquinho e mais amado do mundo e seus sobrinhos. Scrooge McDuck ou Tio Patinhas, cuja fortuna é algo incomensurável, acaba se metendo em várias aventuras atrás das maiores riquezas do mundo. Ainda querendo aproveitar o sucesso da série, o recém inaugurado Disney Toon Studios (estúdio de animação adjacente que visava produções a serem lançadas diretamente em home media) lançou em 1990 Ducktales, O Filme – O Tesouro da Lâmpada Perdida.

Na nova aventura, Patinhas, Huguinho, Zézinho, Luisinho, Patricia, junto de Capitão Bóing vão até o Egito ver a escavação onde Patinhas crê que possa ter encontrado o lendário tesouro de Collie Baba (referencia ao personagem Ali Baba, protagonista do livro As Mil e Uma Noites). Eles acham o tesouro, só que o grupo não faz ideia de que o tal tesouro esconde algo a mais: uma lâmpada mágica (oh, que novidade) com um gênio poderoso, na qual um feiticeiro chamado Merlock (no original, dublado por Christopher Lloyd) quer a todo custo.

O filme é hilário e possui a mesma aura de inocência da obra original. Apesar do traço oscilante, ainda assim é muito divertido e é agraciado por contar com todos os dubladores da série, mesmo só havendo 3 temporadas, que foram exibidas a exaustão por Silvio Santos na grade de programação do SBT. Além disso, é previsto um reboot para estrear ainda este ano no canal Disney XD.

Série

Bojack Horseman, um cavalo antropomorfizado, foi um grande astro nos 90 com um programa chamado Horsing Around. Só que, desde então, sua vida só tomou revés atrás de revés. Um programa similar ao seu surgiu, levando ele ao ostracismo, não conseguiu emplacar em mais nenhum tipo de papel relevante, possui um conhecido que mora de favor em sua casa desde uma festa que aconteceu há algum tempo e age como um babaca com todos que o cercam.

As criticas em cima de Hollywood e o estilo delirante e desvairado das celebridades, o ostracismo que acaba acontecendo com algumas celebridades, temas meio polêmicos como depressão, alcoolismo, aborto são questões que acabam aparecendo na série, não de forma contundente, mas leva o questionamento, mesmo que regado a bebedeiras, sexo, drogas e situações absurdas. A nova temporada chega semana que vem, dia 08. Vale a pena para dar umas risadas ou sentir pena do Bojack.



Fã alucinado da sétima, oitava e nona arte, decidi me aprofundar em seus conhecimentos ao entrar na faculdade. Faltando pouco menos de 1 ano para a formatura, espero sempre o melhor filme possível.