21
mar
2020
7 Atores e atrizes que passaram por mudanças drásticas em seus corpos para o cinema!
Categorias: Listas Radioativas • Postado por: David Ehrlich

Quem pensa que ser ator se resume a decorar falas e saber chorar não poderia estar mais enganado. Às vezes, a arte da atuação pode ser consideravelmente difícil: alguns atores e atrizes se tornaram famosos por sua dedicação intensiva aos papeis que interpretam, o que pode incluir rigorosos preparos físicos para mudar a própria aparência de forma que ela se adeque a algum personagem.

Seja passando fome para emagrecer ou não conseguindo mais andar direito de tanto engordar, por vezes, atores ficam praticamente irreconhecíveis. A seguir, confira sete casos de mudanças drásticas no cinema.

CHARLIZE THERON

Reconhecidamente esbelta, Theron recusou roupas com preenchimento (o famoso “traje de gordo”) para interpretar a serial killer Aileen Wuornos em Monster – Desejo Assassino (2003), ao invés disso engordando 14 kg para o papel. As mudanças na aparência, porém, não pararam por aí: ela teve o cabelo tingido e danificado, as sobrancelhas raspadas, a pele aerografada com tinta de tatuagem para dar uma aparência desgastada, e usou dentadura prostética durante as filmagens. Além desse trabalho que lhe rendeu um Oscar, Theron também realizou um treinamento intenso para Atômica (2017) que lhe resultou em um dente quebrado, e ganhou 23 kg para interpretar a protagonista de Tully (2018).

CHRISTIAN BALE

Um dos atores mais conhecidos por suas transformações físicas, Bale já ganhou uma boa quantidade de músculos para Equilibrium (2002); logo em seguida emagreceu 29 kg para O Operário (2004) – sendo que ele queria emagrecer 45 kg, mas os produtores não permitiram -; ganhou novamente quantidade de músculos ainda maior para interpretar o Batman na trilogia Cavaleiro das Trevas (2005-2012); e ainda devorou 18 kg de torta para Trapaça (2013) – o que, junto com uma má postura, lhe rendeu duas hérnias de disco. Mais recentemente, juntou sua habilidade em mudar o próprio corpo com um excelente trabalho de maquiagem para tornar-se praticamente idêntico a Dick Cheney em Vice (2018).

JAKE GYLLENHAAL

Após perder 14 kg (e qualquer bom humor) para interpretar o magrelo protagonista de O Abutre (2014) – o que, além de uma dieta de salada de couve e chiclete, incluiu corridas de 24 km da sua casa ao set de filmagens -, Gyllenhaal teve pouquíssimo tempo para ganhar uma grande quantidade de massa muscular para interpretar um boxeador peso-médio em Nocaute (2015). Durante cinco meses, ele se exercitou sete dias por semana, em treinamentos de seis horas que incluíam duas mil abdominais por dia. Quando as filmagens de Nocaute começaram, ele tinha ganhado sete quilos de puro músculo – e perdido seu relacionamento com a modelo Alyssa Miller, devido ao tempo comprometido na academia.

JARED LETO

Leto gosta de dizer que é um “ator de método”, e ao se transformar fisicamente para seus papeis se dedica até as últimas consequências: para interpretar o assassino de John Lennon em Capítulo 27 (2007), ele engordou 30 kg comendo “tudo que não se deve”, o que o fez sofrer de colesterol alto, gota, dores nas costas, arritmia e até dificuldade de permanecer em pé por muito tempo, obrigando-o a usar uma cadeira de rodas. Mais tarde, em Clube de Compras Dallas (2013), ele perdeu 14 kg para interpretar uma mulher transexual com AIDS – papel que lhe rendeu um Oscar -, e se dedicou de tal forma à personagem que a encarnou durante todo o período das filmagens – até quando fazia compras.

MATTHEW MCCONAUGHEY

Jared Leto não foi o único que se dedicou a perder peso para Clube de Compras Dallas: McConaughey, que interpretou o protagonista soropositivo do filme (e nisso também ganhou o Oscar), emagreceu 21 kg com uma dieta de apenas 140 gramas de proteína animal magra e vegetais e gastando 1800 calorias por dia, e isso levando em consideração que ele pouco antes havia feito uma boa quantidade de musculação para seu papel em Magic Mike (2012). Ao final da dieta, McConaughey pesava 60 kg – sendo que ele mede 1,82 m de altura. Algum tempo depois, ele engordaria todos os 21 kg novamente para Ouro e Cobiça (2016), em um papel que ainda lhe exigiu usar dentes postiços desnivelados.

RENÉE ZELLWEGER

Zellweger é conhecida por ser uma sanfona humana: em apenas três anos, ela ganhou 11 kg para o papel-título de O Diário de Bridget Jones (2001); depois perdeu tudo isso e mais um pouco indo todo dia à academia para atuar em Chicago (2002); e voltou a engordar 14 kg para Cold Mountain (2003). Durante as filmagens de Bridget Jones: No Limite da Razão (2004), ela consumia 4.000 calorias por dia, e mesmo assim precisou de enxerto no quadril. Para O Bebê de Bridget Jones (2016), ela não teve que engordar, assim como não teve que realizar nenhuma dieta drástica para Judy: Muito Além do Arco-Íris (2019) – embora tenha precisado de maquiagem pesada para ficar igual a Judy Garland.

TOM HANKS

Hanks teve que perder 14 kg para interpretar um personagem soropositivo em Filadélfia (1993) – Matthew McConaughey inclusive ligou para ele pedindo conselhos enquanto se preparava para Clube de Compras Dallas. Não apenas isso, como em Náufrago (2000) ele passou por uma transformação drástica para interpretar o protagonista antes e depois de ficar isolado em uma ilha: as filmagens foram feitas em duas etapas com um hiato de um ano entre elas, durante o qual o ator perdeu 23 kg comendo só alimentos que um náufrago comeria, e deixou crescer o cabelo e a barba. Devido às suas perdas e ganhos de peso ao longo dos anos, porém, Hanks recentemente revelou que desenvolveu diabetes tipo 2.



Jornalista de 23 anos, cinéfilo confesso desde cedo, viciado em animes e apaixonado por todo tipo de narrativa visual, estando inclusive a fazer pós-graduação na área. Da fantasia ao documentário, se puder ser assistido é bem vindo. Sempre a explorar novas formas de fazer crítica.